PEIXINHO

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

Foi assim





Como raios de tempestade
Deixei meus sonhos caírem
Levado pela correnteza
De mais nada tenho certeza...

Aqui fiquei carente
Sofrendo sem saber parar
Nem o destino dos sonhos
Saberei onde encontrar...

Decidir correr pro mar
Na areia  fiquei a vagar
Não quero mais pensar
Em tudo que deixei escapar...

Escrito por Irá Rodrigues em 25/02/2013
Código do texto: T4158838
Classificação de conteúdo: moderado