PEIXINHO

quinta-feira, 31 de outubro de 2013

LOUCA CONFUSÃO...


Quando o manto da noite
 Encobre o sol
As estrelas sorridentes
Serão lindos vaga-lumes
Piscam no escuro
A vida será dia
Desperta aquela criança
Que em nosso ser irradia...

E na madrugada
A lua desponta
Irradia a magia
Solta o vento aprisionado
Libera a brisa de desejos
Vem toda maliciosa
Em caricias te cobri de beijos...

No raiar do dia
As nuvens fazem um cenário
São flocos de algodão

Outras uma louca confusão..

A MAGIA VAI ENCANTAR,,,




Na luz nublada da lua
Vamos feitiços espalhar
Voando em nossas vassouras
Doces e bombons vamos roubar...

Essas bruxinhas arteiras
Adoram dar gargalhadas
Nem mesmo o bruxo mor
É capaz de nos dominar...

E se algum poeta não vier participar
Morcegos cobras aranhas e lagartos
Num caldeirão fervendo
Junto a vocês vamos jogar...

Somos fadas somos bruxas
Feiticeiras indomáveis
Lado mulher enfeitiça atiça
Lado fada encanta criança...


NOITE DE HALLOWEEN



Na minha vassoura de palha
No meu sádico sorriso
Voarei bem além do mar
O feitiço de bruxa vai me apoiar...

Ainda que se limite a me receber
Até criança quero assombrar
Bem do alto posso enxergar
Aqueles que vou enfeitiçar...

 Juro ser uma bruxinha faceira
Não sou bruxa de escuridão
Nem moro com morcego
Prefiro uma cama gostosa
E ficar no meu sossego...

Mas uma pequena maldade
Essa sim eu vou fazer
Umas aranhas formosas
E uma bruxinha dengosa...

Abóboras com cara enfezada
Uma velinha acesa
Faz do cenário da noite
A magia da feiticeira...

E assim vou ser bruxinha
Na floresta vou  morar
Uma casinha gostosa
Para a lua me encantar...

Nada de caldeirão fervendo
Nem fumaça de chaminé
Quero ser poderosa sentar na janela
Com cheirinho de canela
Sou bruxinha donzela...

Irá Rodrigues-31/10/2013

Código do texto: T3955168



OLHOS DE LUAR...



Cai sobre o mar reveste de luz
Num cenário transcendente
É calmaria reluz
É pureza na alma
É amor que seduz...

Movimentos de sonhos
Despe-se nos olhos
É lua romântica
Nesse esbanjar indecente
Vira mulher passiva
Com desejo carente...

De cores profana
Em atos de amor
Ao derramar seus raios
Nas aguas do mar
Vira fantasia
Desperta magia...

Cheias de sabor
O mar uiva sua fúria
O clímax se esvai
Acalenta a alma
Num ritmo lascivo

Para o sol se insinua...

quarta-feira, 30 de outubro de 2013

MOMENTOS DE PRAZER



A boca úmida de desejos
Maliciosamente toca a pele
Em murmúrio de paixão
Descompassa o coração...

Hálito quente
Queimando a nuca
Acelera- taquicardia
É loucura arrepia...

Ah!
Esse cheiro selvagem
Desperta sonhos adormecidos
Loucos largados
Jamais imaginados...

Só um toque
Faz vibrar
No calor ou no frio
Desejos de amar...

Momentos de prazer
Só quem ama
Sabe dar...


AMIGOS...


Alguns chegam
Outros se vão
Um ama de verdade
Outro te fere sem razão...

Alguns somem se calam
Apenas os poemas que falam
Mentiras ou verdades
Das frases se exalam...

E ai eu  pergunto
Em quem, mas acreditar...

Melhor não tentar entender
Ou quem sabe fingir
Que a noite preenche o dia
Enquanto aqui no meu mundo
Alimento-me da minha poesia...



DEPOIS DOS CINQUENTA




Olha-se no espelho
Uma alegria vivida
De tempos passados
Na imagem refletida...

Nada de imagem envelhecida
Nem expressão cansada
Cabelos embranquecidos
Momentos bem vividos...

A imagem que reflete
É amor pela vida
É desejo de viver
Na ânsia de querer...

É mostrar que depois dos cinquenta
É como um bom vinho
Que no tempo foi curtido
É mais saboroso
E muito mais gostoso...

Assim fica
Depois dos cinquenta...

Irá Rodrigues-28/10/2013


segunda-feira, 28 de outubro de 2013

O VENTO...


CERTEZA...


CAMA DE CETIM...


ENTREVISTA

Jornalista Shirley M. Cavalcante (SMC) entrevista escritora Ira Rodrigues
Irá Rodrigues natural de Santo Estevão-Bahia. Geografa licenciada pela UEFS- Universidade Estadual de Feira de Santana. Professora da rede Estadual  de Ensino, hoje aposentada dedico meu tempo  a minha família em escrever e viajar. Autora de o livro “SONHAR SEM SEGREDOS” sei que ainda sou uma  aprendiz de poeta que sonha ser reconhecida e valorizada. Atualmente finalizando meu livro infantil o qual espero editar inicio de 2014 e outro com poemas mais sensuais, como também um romance que está amarelado numa gaveta por falta de oportunidades para publicar.

“Sabemos que o Brasil é rico em termos literários, porém precisa de mais divulgação e apoio, uma vez que em outros países a poesia se faz presente no cotidiano dos leitores. Quem sabe a poesia venha cada vez mais contagiar as pessoas de uma forma que aprendam a valorizar mais e mais.”

Boa Leitura!

SMC - Escritora Ira Rodrigues para nós é um prazer contar com a sua participação no projeto Divulga Escritor conte-nos o que a motivou a ter o gosto pela escrita?

Ira Rodrigues - É de longa data o meu fascínio pela poesia, ainda na adolescência já sentia o prazer e o desejo de colocar no papel todos os meus sentimentos, de início versinhos de criança com temas tristes e melancólicos aos poucos via desabrochar o fantasioso desejo de escrever versos mais sensuais e ai começava a mudar meu jeito de ver a poesia. Guardo até hoje  algumas redações escolares e a euforia ao ver meus primeiros versos sendo lido, sentia que escrevendo ajudava a descobri quem sou. Fui criticada por ser sonhadora, ficava triste, mas nunca deixava meus sonhos morrerem e muitas vezes eu encontrei pessoas que podavam a minha criatividade, mas a minha vontade de escrever era muito maior que qualquer crítica...

SMC -  Que temas você aborda em suas poesias? O que mais lhe inspira a escrever sobre estes temas?

Ira Rodrigues - Escrevo poemas muitas vezes trazidos dos meus sentimentos onde relato o meu passado ou mesmo momentos vividos no presente. Ou vivo um personagem trago da imaginação escrevo o amor de forma sensual desvendando os desejos e anseios de uma mulher.
O que mais me inspira talvez o meu ser sonhador... Deixando fluir os meus sentimentos...

SMC - Que tipo de escrita você escreve para o público infantil?

Ira Rodrigues - Escrever para esse público infantil não é uma tarefa fácil, portanto tento transmitir conhecimentos através  de versos, fábulas e contos descrevendo a fantasia e a realidade de forma que leve a criança a ler e se envolver na história de forma prazerosa. Meus maiores incentivadores os meus netos.

SMC -  De que forma você, hoje, divulga o seu trabalho?

Ira Rodrigues - De início pelo Orkut depois  facebook, blog, minha página. Agora pelo meu livro que acabei de lançar. Nos grupos onde publico e pela BEST RÁDIO em Portugal onde tenho poemas lidos todas as noites pela Elsa Maria...

SMC - Quais, escritores, são as suas referências literárias? Por que eles se tornaram uma referência para você?

Ira Rodrigues - Fernando Pessoa- Cecília Meireles- Carlos Drummond de Andrade, entre outros.
Aprendi a tê-los como referência desde os tempos de colégio quando surgia um trabalho era a eles que recorria degustando seus livros e me apaixonei de tal forma que hoje não me vejo separada de seus belos trabalhos. Cada um com sua forma literária, mas com certeza admirados pela lisura dos seus trabalhos e ler seus poemas é fazer uma viagem além do imaginário.

SMC- Quem é a escritora Ira Rodrigues? Quais seus principais hobbies?

Ira Rodrigues - Irá Rodrigues é uma mulher apaixonada pela vida, devoradora de livros e amante da poesia, aposentada dedica seu tempo a ler e descrever seus sentimentos de forma sensual e agora para o publico infantil o que está me trazendo um prazer que desconhecia sentir.
Meus hobbies é a paixão em escrever, ler um bom livro, faço também artesanatos, uma música suave e viajar em busca de minha inspiração. Finais de semana  na fazenda com a família  e com amigos.

SMC - Quais seus principais objetivos como escritora? Pensas em publicar um livro solo?

Ira Rodrigues - Meu maior objetivo como escritora ver meu trabalho sendo reconhecido, principalmente em meu estado- Bahia, quiçá em minha cidade a qual ainda  é muito pobre em cultura literária.
Já publiquei meu livro “ SONHAR SEM SEGREDOS” E participei de antologias uma já lançada com contos de amor. “ BEIJO DE BICO” em Portugal outras prontas para serem lançadas.

SMC - Quais as melhorias que você citaria para o mercado literário no Brasil?

Ira Rodrigues - São tantas como o incentivo a leitura poética nas escolas, divulgação de novos talentos voltados à literatura, a dificuldade em editar um livro pelo preço absurdo que cobram deixando que muitos abandonem seus trabalhos numa gaveta como eu deixei quase quarenta anos, a criação de projetos pelas secretarias da cultura municipal onde apoiasse os poetas locais, rádios, jornais, revistas. Sabemos que o Brasil é rico em termos literários, porém precisa de mais divulgação e apoio, uma vez que em outros países a poesia se faz presente no cotidiano dos leitores. Quem sabe a poesia venha cada vez mais contagiar as pessoas de uma forma que aprendam a valorizar mais e mais.

SMC - Pois bem, estamos chegando ao fim da entrevista, agradecemos sua participação no projeto Divulga Escrito, muito bom conhecer melhor a Escritora Ira Rodrigues, que mensagem você deixa para nossos leitores?

Ira Rodrigues - Eu que agradeço pela qualidade do trabalho que você vem desenvolvendo o qual traz oportunidades para que conheçam um pouco da nossa vida.
O meu muito obrigado a você e toda sua equipe.
A mensagem que gostaria de deixar, que nunca deixem o medo e a covardia impedir de realizar seus sonhos, leia e descubra seus talentos, a criatividade é sem duvida um fenômeno bastante complexo onde encontramos barreiras, precisamos ser persistentes na busca dos nossos sonhos. Pense de forma criativa e busque essa realização, nada vem pronto precisamos ter um ideal e ir a busca dele, Encontre  na leitura o seu verdadeiro objetivo e descubra seu verdadeiro eu. Ler é o melhor caminho que precisamos para entender a vida...
“Se, no teu centro
um paraíso não puderes encontrar,
Não existe chance alguma de,
algum dia, nele entrar.”
               Cecília Meireles
Os meus sinceros agradecimentos:  
Irá Rodrigues

sábado, 26 de outubro de 2013

FASCINAÇÃO



Um amor alucinante
Entra no peito entalha
Desliza na alma
Parece que fura feito navalha.

Ah! Se pudesse estar contigo agora
Embriagar-me do teu suor
E no sabor do amanhecer despertar
Largar-me ofegante te amar.

Desnuda sem medo
Beijar-te em silencio
Num amor louco assim
Ter você só para mim...

Amor esse que às vezes acalma
Envolve é fascínio- acaricia
 Ou agitado como o mar

É fúria, desejo é amor de luar... 

LUA NO CIO...


Louca
Largada
Nostálgica...
Amor inexistente
Carente
Sem rumo
Evasiva
Descontente...
Sem o sol
Perde a logica
Sem razão
Persiste
Insiste
Consiste...
É lua no cio
É amor sem rumo
Riscando a noite

Desfazendo-se no dia...

SÓ PARA TE AMAR



Quem dera fosse um rio
Que corre livre fazendo curvas
Deixa suas águas rolarem
Ora claras ora escuras...

Se estreita se alarga
Indo em direção ao mar
Ali termina sua luta
Cansado de rolar...

Quem dera
Pudesse ser um jardim
Ser a rosa ou um jasmim
Andaria toda prosa
Um gostoso cheirinho de rosas...

Quem dera fosse o vento
Rodopiava em erupção
Nas manhas seria a brisa
Nas noites um furacão.

Quem dera fosse à lua
Encantar as noites
Embalar os apaixonados
Envolver os amantes...

Ri e se insinuar
Despir-me ser sua
Na água do mar
Ou no clarão da lua...

Quem dera fosse o tempo
Seria a porta voz do vento
Congelava até os ponteiros
Faria do dia duas noites

E te amava eternamente...

segunda-feira, 21 de outubro de 2013

PASSA EM MINHA VIDA...

Passa em minha vida

Passa em minha vida o reflexo
São momentos presentes
Instantes vividos
Tento esquecer  não consigo...

Num segundo do fim
Passa em minha vida
A cor e o desejo da ida
O cheiro de terra molhada
O gostinho de manha orvalhada...

Passa em minha vida
A cortina que se move ao vento
Que invade a madrugada
Trazendo sabor de mar...

Passa em minha vida
O brilho do meu olhar
As lagrimas refletidas
Que rolam sem parar...

Tudo hoje passa em minha vida
A tristeza entra penetra
Machuca
Invade
Eu meu ser um espectro
Uma sombra...

Passa  no reflexo do espelho
Talvez um anjo de luz
Um amigo inexistente
Ou apenas pensamentos
São momentos assim
Que vivo nesse momento...

      Copyright: proibir a cópia, reprodução, distribuição, exibição, criação de obras derivadas e uso comercial sem a sua prévia permissão. ( autoria Irá Rodrigues)


sábado, 19 de outubro de 2013

MOMENTOS DE REFLEXÃO...

Momentos de reflexão

No recluo da minha mente
Dou leveza aos pensamentos
No meu velho diário
Registro meus sentimentos...

Traço letras dou  destino
Sigo meu rumo em direção à lua
Vou além do meu eu
E nessa reflexão

A vida continua..