PEIXINHO

sábado, 23 de fevereiro de 2013

NO ENTARDECER






Na beira do mar
Entrego-me na ânsia de querer
Sinto fluir o desejo na alma
Só a lembrança me acalma...

Além do horizonte você está
Obsceno pecado a me dominar
Quero noites quentes
Cálidos beijos a me devorar...

Quero provar teu pecado
No teu corpo me perder
Esse vício que consome
Nos desejos de querer...

E lá nas plagas onde mora o sonho
Aprisiona-me entre montes e mar
Libera essa chama de desejos
Que louca só quer te amar...

Escrito  por Irá Rodrigues em 30/01/2013
Código do texto: T4113753
Classificação de conteúdo: restrito