PEIXINHO

terça-feira, 27 de agosto de 2013

QUERO ACONCHEGO



Braços envolventes
Calor do colo
Embalos na alma
Numa macia
Alcova de nuvens
Cheirinho de sonhos
Agasalha-me...
Quero aconchego
Frio lá fora
Quentinho aqui dentro
No teu seio
No teu colo
Cantando cantigas
Fazendo-me calmo

Nos embalos do teu regaço...

CAVALO GARBOSO...



É livre é faceiro
Inquieto desejo
Se preso algemado
É corrente é medo...

É livre galopante
Em plena liberdade
Nas montanhas um selvagem
Na prisão uma miragem...

Cavalo garboso
É negro é veludo
Indomado ondulante
Sopro de vento ventania
É livre galopante...

Fogoso animal
Loucura dengosa
Na chama do ego
É livre é mistério
É cavalo profano

É beleza é encanto...

BELEZA EXUBERANTE...



Por entre pedras e arvores
Corre o véu mais lindo
De uma noiva estonteante
A mais linda cachoeira
De água refrescante...

É magia é som
Num solavanco sem fim
Flores brisa e encanto
Num impulso da natureza
É presença de DEUS

Com toda certeza...

É CHÃO DA MINHA TERRA...



É chão que fala
Que geme
Que grita
E não se cala...

É chão nos pés
É chão nas mãos
É chão que piso
É meu e teu chão...

É chão que canta
Se for regado
Com chuvas caindo
Que chora
Treme calado
Se maltratado...

Se chover cria raízes
Cria vida
Cobre seu manto
É verde é encanto...

É chão de verde encanto
É flor germinando
É soluço na alma

É chão que acalma...

QUIS FUGIR DA ROTINA...


Fui gaivota
Vaguei na areia
Peguei migalhas
No cair da tarde
Despedir-me do sol...
Voei de encontro ao horizonte
Na queda d’água
Deslizei livre
V irei rio
Corri no vale
Virei à vida

Encontrei o vazio... 

sexta-feira, 23 de agosto de 2013

EMERGI....


AMIGOS....


SOU....


QUE BOM!


DEUS...


SILENCIO....


IMAGINEI!


QUERER....


QUAL MULHER NÃO QUER?


MULHER PROFANA



Em puro êxtase de delírios lascivos
Embriaguei-me da loucura desse amor
Adormeci em pesadelos despertei na dor...

Na transcendência sem reverso
No clarão perto da lua
Arranquei suspiros do sol

Fui profana fui sua...

quinta-feira, 22 de agosto de 2013

PARABÉNS, IRÁ RODRIGUES



I nocência no olhar, doce ternura,
R iso solto a doar, toda alegria,
Á guia és ao defender tua cria:
- Suave e também tem forte bravura!

R osas, dálias, flores, és candura...
O ntem, hoje, pra sempre, todos dias...
D e sorriso aos lábios, contagias...
R ios e mares, vives a aventura!

I gual a ela, amiga assim, não existe!
G rande e bela poetisa, és tão pura!
U ma tela em poesia, doçura!

E xalando no ar, és só formosura...
S empre a mergulhar nessa loucura...
É s poeta completa: - Vai! Resiste!

Soneto acróstico para a amiga e poetisa Irá Rodrigues pela passagem de seu aniversário!

© SOL Figueiredo

QUEM DISSE....



Que mulher
É gaivota
Que vive
Comendo migalhas
Não sabe
Entender
O nosso jeito

De ser...

SOU....



A fruta da videira
Esmagada sofrida
Sou o vinho gelado
Que lambe teus lábios...

Sou a flor caída
Num vaso esquecido
Desfolhada pelo vento
Esquecida no tempo...

Sou
A liberdade vencida
De uma borboleta
Com as asas quebradas
Feito flores esmagadas...




quarta-feira, 21 de agosto de 2013

OLHA AQUI...



Você que me enviou uma mensagem
Desejando felicidade
Retribuo-te com meu carinho
E a minha sincera amizade...

A você
 Que me acordou em plena madrugada
Deu certo na hora fiquei brava
Estava dormindo e sonhando
O toque do telefone
Estridente me acordando...

A quem fingiu esquecer
Nem ligo
Sei que você me adora
Apenas perdeu a hora...

Amanha vem sorrindo dizer
Parabéns
Cheguei adiantada
Serei o primeiro
A te abraçar
No próximo que vai chegar...

Já sei que isso vai acontecer
Tu não mudas
Mas sabe que amo você... 

FICAR MAIS VELHA



Olha-se no espelho
A imagem talvez
Perfeita ou imperfeita
Mas de risos a vida é feita...

Ontem foi meu aniversário
Quisera eu poder ter todos os amigos
Os aqui de pertinho
Aqueles bem distantes
Todos que guardo com carinho...

Aqueles que me fazer sorrir
Aqueles que me fazem chorar
Mas a vida é assim
Quem dera tivesse tudo que desejar...

Todos estão presentes em minha vida
Não importa a distancia
Não importa o tempo
Nada se perde no vento...

Tranquei-os a sete chaves
Bem dentro do meu coração
Mando a todos o meu carinho
Meu abraço bem apertado
E a minha eterna gratidão...

Agradeço a Deus pela presença
De cada um de vocês
Que perderam uns minutos
Para me desejar
Um feliz aniversário...
Obrigada a todos!

ANIVERSARIO DE IRA

Carlos Batista Batista
Carlos Batista Batista compartilhou um link "Ser Poeta": "ANIVERSARIO DE IRA
Vai ter festa 

E
De lascar
No aniversário de IRA
Vai ter acarajé caruru e vatapá .....
E uma galinha ao molho pardo
Com tudo que desejar
Olha gente
Não tem dieta e nem nada
Vou esbaldar
Nas guloseimas que encontra
Ainda vou dançar tudo que tocar
kkkkkkkkkk
Aguarde que chego lar
E os parabéns vou cantar
E depois gritar
Há Há Há ..........................
Hu Hu Hu .........................
ACHUVA CAI
A RUA INUNDA
IRA EU VOU COMER SEU BOLO RSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS
Parabéns minha querida amiga IRA
MUITA PAZ
Bjs
Carlos Batista Batista
WWW.serpoeta.com.br

A ARTE É ASSIM...

Letra por letra
Rima por rima
Em cada frase um espanto
Os sentimentos não mentem
Ou vem o riso
Ou se cai no pranto...
A arte é pura comunhão
Nunca se está só
O poema é feito para unir
Protestar
Seduzir
Embriagar de desejos
Deixar fluir...
Na arte se lê
Garimpam palavras
Pesquisa o certo
Entorta é refeita
Sai a  frase perfeita...
A arte nem sempre é bondosa
Um dia está inspirado
E ela te pega no colo
Faz-te sorrir
No outro te deixa cair

A arte é assim...

terça-feira, 20 de agosto de 2013

PAIXÃO...



É como o rio
Enrosca
Derrama
Deforma
Um dia retorna
Vira amor
Arrebenta
Nos desejos

 Afoga
Transborda
É feito água de rio
Entrando no mar... 

segunda-feira, 19 de agosto de 2013

SOU TUDO SOU NADA



Sou o pranto oculto
A lágrima de um soluço
A voz de uma canção
Os desejos do coração...
A tristeza de um sorriso
O eco da imaginação
O silencio do passado
Incerteza da razão...
Sou a tormenta da dor
O vicio que domina
Na aurora vencida
Sou a verdade esquecida...
Sou um tudo não sou nada
Sou como um amanhecer
Sou com a águia
Que ressurge para reviver...

Irá Rodrigues-19/08/2013

sábado, 17 de agosto de 2013

QUERIA..


Parar o tempo
Esquecer o passado
Viver o momento...
Queria...
Que o amor nunca acabasse
Que a vida fosse um encontro
E nunca um desencontro...
Que o riso nunca fosse apagado
Que o rolar de uma lagrima
Não fosse sofrimento
Machucando sentimento...
Que o amor fosse
A única forma de expressão
Estampada em cada rosto
Guardada no coração...
Que amigos fossem verdadeiros

Apenas isso...

BOLO COM CEREJAS



Coloque nas suas emoções
I pote de cerejas
2 xícaras de beijos bem geladinhos
3 kg. de essência de  pura paixão
Uma pitada de carinho
Abraços para deixar o bolo
Bem grudadinho...

Adoce bem com
 2 pacotes de desejos
Para deixar com mais sabor
Não se esqueça de colocar amor...

Para deixar o bolo crescido
Um pacote de sedução
O resto faça escondido
É pura tentação...

Modo de fazer:
Bata bem
Do jeito que sabe fazer
Aperte para ficar macio

Feito gata no cio...

QUERIA SER POETA...



Escrever-te mil poemas
Depois ficar horas lendo
Só para não esquecer você...

Infelizmente não sei o que faço
Apenas nos meus versos te traço
Imaginando ser uma estrela
Ocupando teu espaço...

Sonhando ter teu sorriso
Passo horas vendo a lua
Às vezes perco o juízo
Imaginando com você no paraíso...

Tudo é ilusão
Não passa da minha imaginação...


sexta-feira, 16 de agosto de 2013

BOA NOITE!


Desejo a todos
Um final de semana
Numa casinha assim
No meio do mato
Com aquele cheirinho de jasmim...

Um lugar tranquilo
Que possa amar
Encontrar a paz
Com vontade de ficar...

Um final de semana
Esquecido deste mundo
Em que todos temos pressa
Dormir vendo estrelas
Acordar sem ter hora marcada...

Sem stress sem cansaço mental
Poxa amigos!
A vida é uma só
Que tal gritar rir
Comer beber
Da forma que dá prazer...

Aquele cheirinho de chuva
Caindo no telhado
Na mesa da cozinha
A conversa animada
Um belo café
Um pão grelhado...

Esquecer a hora
Deixar que a  vida transbordasse
E quando o sol outra vez sair
Ficar na cama
Sem vontade de sair...

Aqui nesse lindo recanto
 Curtir esse mundo encantado
Uma casinha de campo
O resto vai passando...

Eu com certeza
Vou ter assim

E você?

PAIXÃO...




Ela vem de mansinho
Ocupa se anima
Por mais boba que pareça
Ela nos deixa menina...

Em tudo vê a poesia
No corpo a sensação
De chuvas com pétalas de rosas
Esbanja na sedução...

Ri atoa chora por amor
Fala com os olhos
Não usa palavras
Declara-se eterna apaixonada
Imagina ser aquela namorada...

Paixão
Sou tua sem saber
Um dia deixa acontecer...

Irá Rodrigues-16/08/2013