PEIXINHO

quarta-feira, 4 de setembro de 2013

HOJE...



Eu acordei poesia...
Me senti assim de noite...
Na calada do dia despertei
Com a alma livre dessa forma fiquei...

Os desejos meio poéticos
À vontade em mim despertou
De deixar acordar as lembranças
E nesse despertar a menina voou...

Das frases esquecidas
Num velho livro de memórias
Rasguei as páginas libertei
Dos meus sonhos despertei...

No mundo deixei levar
O meu riso minha tristeza
No desabrochar de um amanhecer
Deixei tudo acontecer...

Corrigir meus erros
Tracei planos para meu coração
Esqueci palavras de dor
Joguei ao mundo frases de amor...

Pintei com cores vibrantes
Usei tintas de muitos corais
Salpiquei com cheirinho de jasmim

Despertei o poeta dentro de mim...