PEIXINHO

quinta-feira, 3 de janeiro de 2013

ACREDITE...






Nas suas palavras
Encontrei a delicia
O aconchego suave
Fiz até poesia...

No seu abraço
Encontrei o calor
Até suei de felicidade
Tudo se esvai em maldade...

Senti até as batidas
Desse coração palpitante
Nem relógio marcava
A hora assim distante...

Fechava os olhos
Sentia teu toque
Corpo incendiava
Fingia que te amava...

 Mas foi no colo do mar
Que me joguei
Busquei o carinho
Meu acalanto meu alinho...

De Irá Rodrigues

poemasdemulher.blogspot.com/