PEIXINHO

sábado, 26 de outubro de 2013

FASCINAÇÃO



Um amor alucinante
Entra no peito entalha
Desliza na alma
Parece que fura feito navalha.

Ah! Se pudesse estar contigo agora
Embriagar-me do teu suor
E no sabor do amanhecer despertar
Largar-me ofegante te amar.

Desnuda sem medo
Beijar-te em silencio
Num amor louco assim
Ter você só para mim...

Amor esse que às vezes acalma
Envolve é fascínio- acaricia
 Ou agitado como o mar

É fúria, desejo é amor de luar...