PEIXINHO

sexta-feira, 4 de outubro de 2013

DESEJOS...



É despir-se do medo
Raspar a tinta da máscara
Deleitar-se dos beijos
Provocar desejos...

Deixar que o pensamento
Vire uma coisa atoa
Na florescencia do querer
O resto
Deixa acontecer...
Desejos...

Ora direis, quem desconhece?
Eu lhes direi:
Quem nunca sentiu
Um gostoso arrepiu.

De Irá Rodrigues-04/10/2013