PEIXINHO

sábado, 23 de novembro de 2013

BORBOLETAS


Que se infiltram
Nas fendas da minha cabeça
Que chegam invadem
Enlouquecem...

Ocupa minha mente
Vagam no ar
Roubando meus pensamentos
Levando meus sentimentos...

Loucuras sem fim
Vasculhando dentro de mim
Prefiro explodir a cabeça
Bem antes que enlouqueça...

Livres voem borboletas
Ganhe o ar à imensidão
Deixa-me aqui
Perdida na solidão...


Irá Rodrigues voar