PEIXINHO

segunda-feira, 22 de abril de 2013

SEM MEDO







Toca meu corpo acaricia-me
Sacia esse mel da minha boca
Saboreia essa volúpia
Que invade me deixa  louca...

Chega devagarinho
Arranca de mim suspiro
Acalma essa onda de desejos
Preenche esse corpo de beijos...
Vem
Vira-me pelo avesso
Ancora  nas curvas perigosas
Faz de mim teus pecados
Teus delírios impensados...
Vem
Escorrega lentamente no meu corpo
Pinta-me na tela sem pudor
Escancarada largada
Sou tua namorada...
Amante mulher apaixonada
Molha-me com teu aroma de sexo
Esse teu cheiro vicioso
Que me leva a o mais delicioso gozo...
Vem sem medo...
Enviado por Irá Rodrigues em 22/04/2013
Código do texto: T4253165
Classificação de conteúdo: restrito
Proibida a cópia, reprodução, distribuição, exibição, criação de obras derivadas e uso comercial sem a prévia permissão.