PEIXINHO

quinta-feira, 8 de agosto de 2013

O APELO DO AMOR...


Começa pelo olhar
No silencio de um desejo
A espera de um beijo...
O desejo
Desfila pelo cortejo
Na volúpia do corpo...
 Os delírios
De uma paixão
Cálida
Entreaberta
Nos apelos do coração...
E ai
Corpos se unem
Mudos em sussurros
Em formas languidas
Geme
Aquece

O resto esquece...