PEIXINHO

sábado, 10 de agosto de 2013

MEU PAI...



Você foi e será meu herói
Aprendi andar pelas tuas mãos
A falar com a tua linguagem
A amar com esse grande coração...
Saudades
Da tua proteção
Do teu carinho de pai
De mãe que sempre foi...
Saudade
Das broncas (risos)
Das minhas peraltices (castigos)
Nada entendia, mas hoje.
Sei que tudo era preciso...
Sei que fui uma criança levada
Uma adolescente peralta
Era maluquinha
E tu sempre reclamavas...
Nas minhas travessuras
Tantos erros cometidos
Tentos castigos merecidos...
Pai
Presente material não tem mais valor
Mas te envio raios de luz
Esse presente com certeza vai
Por toda eternidade meu PAI...
De Irá Rodrigues..-08/08/2013

( ao meu inesquecível pai)