PEIXINHO

terça-feira, 31 de julho de 2012

É sereia mulher


É sereia mulher

No mar ou na terra
Sereia encanta
Invade recantos
Penetra no mar encanta
Às vezes mulher
Outra vira poesia
Invade a vida a te procurar...

À noite no meio do mar
Chora de saudades
No mergulho profundo
Perde-se nas espumas
Que saem das ondas a deslizar
Na areia para acalmar...

No negro doce do olhar
Na magia dos cabelos a pentear
Vira magia encanta
Canta na noite
Dorme no dia...

Sereia é fantasia
É sonho ou pura utopia
É mulher perfeita
Apaixonada mulher
Que apenas quer te amar...