PEIXINHO

sexta-feira, 27 de julho de 2012

REFIZ MINHA HISTORIA


Refiz minha história

Na certeza do amanhecer
Rumei a um destino incerto
Enchi a mala de certeza
Perdi-me nas andanças.

Nas curvas do mundo a fora
Entre encruzilhadas
E tortuosos caminhos
Fui da vida a pureza
Fui  do destino à incerteza.

E nesse caminhar
Entre certezas e incertezas
Tracei em frases tortas
A poesia que te fiz.