PEIXINHO

quarta-feira, 26 de setembro de 2012

MEU REFLEXO





Nem preciso de espelho
Olho nas aguas do mar
E nela vejo dentro de mim
Vejo minha sombra e sou assim...

Vejo o reflexo dos meus desejos
E num frenesi constante
Vejo nas sombras e anseios...

E nesse esbanjar de sombras
Sou poeta dos ventos
Sopro meu desejo no mar
Recolho escrevo poesias e contos...

No reflexo das aguas  do mar
Na magia sou sombra sou tudo
Dos meus poemas os retalhos
Da minha alma os estilhaços...