PEIXINHO

quinta-feira, 20 de setembro de 2012

MEUS DELIRIOS



Meus delírios
Nos versos e reversos
Na busca contida
De elos perdidos...
Desejo não fala
Reflete no espelho
É reflexo de quem ama
É fúria que chama...
Entre a noite e a madrugada
Esbanja-se no sigilo
É riso é gozo
É caricia que afaga
Feito manha de invernada...