PEIXINHO

segunda-feira, 27 de maio de 2013

FIM DE MÊS




Ansiedade do salario chegando
A fome e a paciência se esgotando
O desanimo quando recebe
Sai do banco chorando...

Paga o que deve
O minguado salario
Vai se acabando
Outra vez endividando...

Aos sábados vai ao mercado
Ver tudo com olhos grandes
O preço só vai subindo
O banco come imposto
O mercado rouba o que pode...

Tudo se torna distante
E o pobre assalariado
Vai reduzindo no que der
Sonhando para o salario render...

E assim é essa vida
O rico vive esbanjando
Os políticos desviando
O pobre assalariado
Continua implorando...

Até quando Deus quiser..
Escrito  por Irá Rodrigues
Código do texto: T4308727