PEIXINHO

quinta-feira, 30 de maio de 2013

EMBALO





Numa rede em teus braços
Abraçada em teu carinho
Sorvida do corpo teu suor
Ouvindo-te falar baixinho...

E nessa noite que cai divina
Encara-me nos olhos sedentos
Beija-me com todo fervor
Eis aqui teu amor...

E quando lá do alto a lua despontar
Deixa-me envolver na tua magia
Falar ao teu ouvido em sussurros
O quanto desejo te amar...

E depois desse amor sublime
Feito ao luar no balanço da rede
Esqueceremos o que vem depois
Aqui nessa rede ao luar
Apenas nos dois...

De Irá Rodrigues
30/05/2013
http://poemasdemulher.blogspot.com.br/