PEIXINHO

terça-feira, 14 de maio de 2013

Ó LUA BELA





Da minha janela vejo ó tu lua
Tu esperas a noite para brilhar
E com teu manto envolver os amantes
No silencio vibrante das noites.

Ah! Lua se eu fosse tu
Lançava em teus raios
O fogo da paixão
E no doce mistério fazia poesia
Em momentos de eterna magia.

Lua meu bailar sensual
Faz-me seguir o vento
Ser deusa do luar
Onde possa te enfeitiçar.


Quem me dera fosse assim
Poder fantasiar abraçar-te
Ó lua bela
Criaria tantos braços
Em meu abraço envolvia-te.

De Irá Rodrigues