PEIXINHO

sábado, 1 de junho de 2013

SOCORRO!






 

A natureza  agoniza
As florestas reclamam
Essa maldade errante
Do homem ignorante...

Que não respeita o verde
Nessa cobiça voraz
Árvores sendo tombada
Nem olham para traz...

Matas choram
Com o som do motosserra
Dilaceram a imensidão
Deixando a poluição...

Que toma conta de tudo
Adeus os verdes das matas
Tudo que cresce é cortado
Despertem para a vida
O meio ambiente tá revoltado...