PEIXINHO

terça-feira, 18 de junho de 2013

NAS TELAS DA LIBERDADE






Pintei letras fiz rabiscos
Usei cores do arco íris
Vibrei com tudo que fiz...
De volta colhi sorrisos
Andei sem rumo
Nesse mundo imaginário
Fui sonhadora
Fui veloz
Vi solidão
Encontrei a felicidade
Nas telas da liberdade...
Juntei cada palavra
No arco íris encontrada
Remexi, criei frases.
Inventei ser poeta
Voei alto
Vaguei nas cores vibrantes
Que lentamente se apagaram
Nas águas de um riacho...
Na volta fui tragada pelo vento
No meio de tudo
Escrevi um poema
Pintei de cores vibrantes
Na tela da liberdade..