PEIXINHO

quarta-feira, 19 de junho de 2013

QUEM DERA...






Pudesse resgatar
Meus sonhos adormecidos
Que no tempo
Ficaram esquecidos...

Quem dera

Pudesse reviver
Meus atos impensados
Que foram acalentados...

Quem dera

Resgatar meu sentimento
Levados pela enxurrada
Numa madrugada gelada...

Quem dera

Numa entrega pacifica
Revivesse meus desejos contidos
Apagasse a lágrima que rolou
Em momentos repetidos...

Quem dera...