PEIXINHO

sábado, 8 de junho de 2013

SAINDO DO MAR...



Saindo do mar

Numa hora qualquer
Me pego a deriva
Andando assim
Pensando em mim...

Deixando esse mar imenso
Esse azul que atrai
Que me traz a calma
Acaricia minha alma...

No mar reflito
Ali deixo meus sentimentos
Trago dele a força
Revigoro meus pensamentos...

Mar que volta e meia
Venho a te confessar
Meus desejos em fragmentos
As certezas e sofrimentos...

Que sem querer transbordam
Como você na madrugada
Que borbulha furioso
Feito menina largada...

De Irá Rodrigues

07/06/2013