PEIXINHO

quarta-feira, 15 de agosto de 2012

SEU AGOSTINHO



Seu Agostinho chega ao trabalho
Todo triste cabisbaixo
No maior desanimo
Num canto fica isolado...

Todo estressado
Nada queria falar
Mas um bom funcionário
Logo tem quem queira ajudar...

E o chefe todo empolgado
Chama logo a conversar
O que está acontecendo
Meu amigo
Fale aqui vou te ajudar...

Tô meio acabrunhado
Arrasado sem motivo
E o chefe todo alegre
Foi logo dando o remédio...

Sempre que estou assim
Vou pra casa tomo banho
Faço amor com minha mulher
É um santo remédio
Vai lá e tu vai ver...

Em poucas horas volta Agostinho
Todo prosa e sorridente
E o chefe com alegria
Foi logo lhe perguntando
Se a coisa foi boa assim...

Agostinho mais que contente
Diz-se todo refeito
Ela fez tudo certinho
Na mais pura energia
Eu te agradeço chefe
A tua mulher foi perfeita...