PEIXINHO

quarta-feira, 15 de agosto de 2012

Sol se pondo

Sol se pondo
É mar revolto
É areia vazia
Aqui e ali gaivotas vadias
Brigam bicam beliscam
Restos de peixe
Bagaços de pão
É fim de tarde
É um mar de paixão...
É sol que vai esvai-se
No mar deixa o encanto
No infinito o mistério
É mar azul é maré cheia
É agua morna beijando a areia...
O sol se foi no infinito se escondeu
Meus olhos vagueiam
Tento entender essa linda magia
É manto cobrindo o mar
É fúria de ondas
Esperando a lua chegar...
De Irá Rodrigues
15/08/2012