PEIXINHO

terça-feira, 16 de outubro de 2012

Acreditava...




... Que você era um oceano
Mas não passa de uma simples gota
Perdida no meio do mar...
Pensei que era grande como o deserto
Mas você é menor que um grão de areia
Esquecido por acaso no tapete do meu carro...
Imaginei-te uma belíssima cachoeira
Mas não passa de um rio sem agua...
Mostrava-se um jardim encantado
Mas é apenas uma semente não germinada
 Uma árvore sem sombra
  Um esquecido do nada...
Era um tudo
Hoje um arquivo morto
Carregado de papel velho
E cheiro de mofo...
Um copo descartável
Com marcas amassadas
Depois de usado...
Um zero a esquerda querendo ser numero
Um sabor amargo com gosto esquisito
Daquela fruta chupada
Esquecida no lixo...
Um pássaro sem asas
Que nem mais sabe voar...
Um céu sem estrelas
Incapaz de brilhar...
De Irá Rodrigues
Texto 3741208