PEIXINHO

quarta-feira, 10 de outubro de 2012

EXPLICAÇÃO





Tentei explicar por mil maneiras
Fui capaz de libertar meus anseios
Na existência dos meus medos
Fui paixão fui desejos...

Na certeza do meu ser
Sinto a alma sufocada
Vi como uma onda se desfaz
Fui ao mar resgatei minha paz...

Num olhar tímido meu encanto
No embaraço das ondas despertei
Na alma doce num desejo constante
Derramei as lagrimas fui uma deusa errante...

Fui esquecida nessa vida do tempo
No deslize suave do mar despertei
Na voz que soa do infinito do meu eu
Dancei nas ondas encantei...