PEIXINHO

segunda-feira, 8 de outubro de 2012

SAUDADES







Quando olho suas fotos
A saudade vem doida
Faz quase um ano que se foi
Nem gosto de lembrar ainda dói...

 Cuida meu Deus dessa criatura
Por doze anos fomos unidas
Nas brincadeiras que fazia
Sua casinha continua vazia...

As roupinhas os brinquedos
Ainda não consegui separar
Guardo tudo na sua caixinha
Nina minha eterna amiguinha...

Chega de chorar chega de tristeza
Seja feliz minha ternurinha
Como assim sempre te chamava
E você toda fogosa pulava e raiva...

No lugar que te coloquei
Um pé de roseira plantei
Em cada  rosa menina
Vejo ali teu sorriso
Do jeitinho que tu fazia
Minha pequena Nina...