PEIXINHO

terça-feira, 9 de outubro de 2012

MEU AMOR EM SILENCIO



Meu amor em silencio

Tarde deserta sinfonia de pássaros
Inebriante fervor de nostalgia
É fragrância de mato inebria
É paz é pura sintonia...

São ondas entrando pela janela
São brisas enfurecidas rolando
É delirante aroma da alma
É eu com você acalma...

É desabrochar de flores
Jasmim, azaleias e rosas.
Tem até cravo vermelho
Exalando esse doce desejo...