PEIXINHO

terça-feira, 30 de outubro de 2012

MEU JEITO DE SER





Embalei-me na ciranda do vento
Soltei as amarras
Enchi minha alma de música
Cantei dancei...

No canto voei
Fui ao por do sol
O encanto mais lindo
Descobri-me sorrindo...

De alam em beleza
Espalhando alegrias
Um novo dia para viver
No meu jeitinho de ser...

Minha alma vestida de rosa
Em sapatilhas amarelas
Dancei um balé
Fiquei sapeca na ponta do pé...

E foi assim que imaginei
Ir até onde meu sonho me levar
Aterrissar do mais delirante voo
Onde meu desejo pudesse ficar...